12 fevereiro 2007

Acidente na linha do Tua - apoio às vítimas

Duas das vítimas do descarrilamento de hoje na Linha do Tua encontram-se já no hospital de campanha do INEM instalado próximo da zona do acidente, confirmou a Lusa no local.

Os dois sinistrados, uma idosa com a bacia partida e um rapaz com uma perna partida vão agora ser sujeitos a uma avaliação médica mais pormenorizada, depois de terem sido estabilizados no local do acidente.

Entre os meios de socorro disponibilizados encontram-se dois helicópteros do INEM e do Serviço Nacional de Bombeiros, que para além do resgate das vítimas estão ainda prontos para proceder à sua evacuação para unidades de saúde mais especializadas, se a situação clínica o exigir.

Fonte da GNR disse à Lusa na Estação da Foz do Tua, onde estão concentrados os meios de socorro e apoio logístico, que "a causa do acidente terá sido um deslizamento de terras".

Já o porta-voz da CP, Carlos Madeira, disse que a empresa continua sem "qualquer indicação acerca das causas do acidente", assim como sobre quando a circulação será restabelecida.

2 comentários:

eskecido disse...

Monta-se um hospital de campanha no Tua? Porquê?
Os feridos vêem de helicopetro desde o local do acidente, próximo do São Lourenço, até ao campo de futebol de Carrazeda e depois vão de ambulância de Carrazeda para o Tua, para o hospital de campanha montado pelo INEM. Sem comentários... só mesmo quem não conhece a região.

mjsccarvalho disse...

A minha homenagem ao maquinista , revisor e passageiros desejando um restablecimento rápido e que continuem

mario carvalho