18 abril 2010

Inauguração do Centro Interpretativo do Castelo de Ansiães

18 de Abril
(Domingo)
15 horas
Mais pormenores aqui

7 comentários:

mario disse...

Parabéns à Camara .. mais vale tarde do que nunca

Espero que lutem pela linha do tua

Não a deixem detiorar e afogar

Senão depois têm de criar outro centro interpretatito e andar à procura do púcaro onde a tia Pássara vendia a água aos passageiros

Helder Carvalho disse...

Estou curioso. A gralha do Alberto Lobo é que não tem grande graça. Neste caso é só emendar o nome da rua.

Anónimo disse...

E o resto dos vestígios encontrados no castelo? será que só temos aquilo? que foi feito de tudo o resto la encontrado?

Anónimo disse...

Sim, isso mesmo: aonde está todo o espólio que foi encontrado no Castelo, desde a década de 80? Será que os "iluminados" daquele período que administravam o concelho não se lembram, ou será que precisam que lhe avive a memória?!... Não sei se sabem, mas os historiadores que efectuaram aquelas escavações, felizmente, ainda comungam o mesmo espaço que nós e, podem testemunhar os achados encontrados.

Anónimo disse...

Então, ninguém diz nada de sua JUSTIÇA acerca do espólio do Castelo (da Lavandeira ou de Selores????)

Anónimo disse...

foi com todo o resto

Anónimo disse...

O seu a seu dono é um velho ditado, pergunto-me é porquê é que foi preciso ir buscar uma ara á Capela de S. Lourenço para levar para a Igreja S.Salvador no Castelo?!...
Devolvam-na ao local onde foi encontrada, para não inventarem peças para o Castelo, que já há muito deveria ter sido alvo de uma boa intervenção, como a limpeza e tudo o mais que até por sinal pode ser feito por funcionários camarários e poucos custos para o herário público.

Anónimo