22 abril 2013

Eleitores

Mapa publicado em DR com o nº de eleitores por freguesia/concelho.
 
 Diário da República, 2.ª série — N.º 39 — 25 de fevereiro de 2013

5 comentários:

Manuel Barreiras Pinto disse...

Poucos mas bons. Pena é que quando as eleições tiverem lugar, mais umas centenas já fugira, uns para a emigração, outros para o além, e é este concelho feito de gente que caminha lentamente para a 3ª idade, que continua presa à terra sem vontade de partír, num exílio que mete dó.

Manuel Barreiras Pinto disse...

Amigo José, 7246 eleitores no concelho? Acho que este número está inflacionado.

josé alegre mesquita disse...

Tens de falar com as comissões eleitorais das juntas de freguesias. Estes são os números oficiais.

josé alegre mesquita disse...

Para onde partiriam?

Anónimo disse...

A vontade e a realidade não acompanham os cadernos eleitorais. A verdade é a diminuição significativa da população, que tropeça e cai desamparada ano após ano. O saldo fisiológico é bastante negativo, basta confrontar os censos. Mesmo com algum otimismo, os dados apresentados estão inflacionados em 30%. O que se ganha com o falso aumento da população: mais poder reivindicativo (força?) e mais transferências de capital (€€?), todo este deve/haver é efetuado com base na área e população, quer seja concelho ou freguesia. Perde-se logo o desfoque e a magnitude do problema, contorna-se o objeto e assim esfumam-se as soluções tão necessárias a evitar o despovoamento. O interior (força=0 área=2/3) continua a ser deserto de ações (a todos os níveis) e a breve trecho de pessoas.