15 outubro 2012

Dignidade

Quem visita o São Lourenço num qualquer fim-de-semana vê que dezenas de pessoas o frequentam. São idosos na sua grande maioria. Procuram as suas águas para “aliviar o reumatismo” ou tão só banhar-se na dádiva quente que emerge das entranhas da terra.

O velho balneário é uma imagem de degradação e falta de higiene. Não tem o mínimo de dignidade para servir os utentes que o procuram. Em redor as ruinas das habitações emprestam ao local mais decrepitude e tornam-no desolado e triste.

Os dois pré-fabricados aí erigidos exibem tentativas de reabilitar as termas, largamente amplificadas com uma ingenuidade que roça o burlesco, porventura ineficazes e inconsequentes.

As pessoas que aí acorrem gostam do tanque sob a proteção do santo e da água que jorra generosa e inesgotável. Nada reclamam, e tão pouco parece importar-lhes as condições miseráveis, habituados que estão a ter tão pouco.

Não seria difícil nem dispendioso dar outro decoro ao local. Sei lá, um vestiário e umas casas de banho seria pedir muito?




10 comentários:

Unknown disse...

S. Lourenço teve os seus anos de glória nas décadas de 40 e 50. E não precisou de grandes condições de higiene nesses tempos para ter grande afluência de pessoas.
Depois tudo se degradou até há pouco tempo. O ano passado as termas sofreram melhoramentos e eu pensei que os principais problemas estavam resolvidos.
Pensei que pelo menos para os residentes do concelho as termas estivessem utilizáveis.
E estão-no porque quem as frequenta não é muito exigente. A exigência não é muito superior à dos nossos avós. Lá vão servindo.
Que fazer então para que elas possam ser frequentadas por turistas de todo o país, para que possam ser frequentadas pelos clientes do hotel do Pombal ou da unidade hoteleira de Tralhariz?
Será, com certeza, um problema de difícil solução, já que a Câmara não tem dinheiro para o mais, desejado, e, pelos vistos, não aparece nenhum investidor privado que remodele isso tudo.
Talvez os chineses, com autorização do PCC.
Será que nos habituaremos aos chinocas?
JLM

PILOTO disse...

É um ponto em que estou completamente de acordo com o Professor José Mesquita, apesar de não sermos da mesma cor política, é completamente desolente direi mesmo vergonhoso o estado a que aquilo chegou, passei as minhas férias pelo nosso concelho e cheguei a ir varias vezes as "piscinas" do S.Lorenço e nesse charco que não passa disso mesmo, muita gente estava para o utilizar, mas as condições nos tempos em que estamos nada deguenifica o nosso concelho, se fosse numa Alemanha ou numa França e mesmo pela essa Europa fora aquilo era aproveitado a 100%, esta ali uma mina de ouro que ainda não foi explorada como devia ser como muitas coisas no país-mas voltando a historia-fui então as termas e cheguei ir então as novas instalações ao qual me negaram a entrada porque só se podia utilizar as instalações com a devida receita médica, eu pergunto receita médica para quê???? eu não tava doente, pois é, esqueceram-se da parte ludica, é mesmo á Carrazedense só usas as termas se estiveres doente, se queres chaspinhas vai la em cima para o charquinho, valeram-me os figos a beira da estrada, não seria melhor aquilo que se gastou no cemitério novo mais nas piscinas municipais e outros mamarrachos gasta-lo no S.Lorenço e fazer la algo igual ou parecido como a pousada na Serra de Bornes com piscinas para parte ludica e parte terapeutica???

PILOTO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuel Barreiras Pinto disse...

AMIGO piloto, sem invocar a cor politica,sempre digo o seguinte: -Infelizmente a pousada da Sª das Neves na Serra de Bornes,concelho de Alfandega da Fe esta mal.O Hotel tem comprador, mas n˜ao pode ser vendido,andam a resolver o problema.
Aqui o S. Lourenço,foi e ´e bandeira em campanha eleitoral, depois das eleiç˜oes nada acontece.A autarquia n˜ao tem meios?Tem, mas a clientela est´a segura e quanto mais me bates mais gosto de ti.A imagem do concelho de Carrazeda ´e esta e mais o Moinho de Ventoda vila rec´em inaugurado, que j´a n˜ao funciona e a porcaria da Reforma administrativa que n˜ao avança e a regionalizaç˜ao que levaria ˋa extinç˜ao desta coutada que tem sidomal governada e j´a l´a v˜ao 35 anos. T´a dito.

Manuel Barreiras Pinto disse...

AMIGO piloto, sem invocar a cor politica,sempre digo o seguinte: -Infelizmente a pousada da Sª das Neves na Serra de Bornes,concelho de Alfandega da Fe esta mal.O Hotel tem comprador, mas n˜ao pode ser vendido,andam a resolver o problema.
Aqui o S. Lourenço,foi e ´e bandeira em campanha eleitoral, depois das eleiç˜oes nada acontece.A autarquia n˜ao tem meios?Tem, mas a clientela est´a segura e quanto mais me bates mais gosto de ti.A imagem do concelho de Carrazeda ´e esta e mais o Moinho de Ventoda vila rec´em inaugurado, que j´a n˜ao funciona e a porcaria da Reforma administrativa que n˜ao avança e a regionalizaç˜ao que levaria ˋa extinç˜ao desta coutada que tem sidomal governada e j´a l´a v˜ao 35 anos. T´a dito.

Unknown disse...

Quanto ao S .Lourenço, falemos claramente :para fazer umas obrazitas, que dêem um pouco mais de decência às termas, para melhor poderem ser utilizadas pelos velhinhos, ainda a câmara tem dinheiro.
Para modernizar todo o espaço e criar infra-estruturas de molde a tornarem as termas atrativas a nível nacional, a câmara não tem meios financeiros.
E nem sei se a entidade administrativa referida deve meter-se em coisas dessas.
MBP lembrou muito bem a situação delicada em que se encontra a Pousada de Bornes.
Mas em Carrazeda há milhentos exemplos de obras fracassadas: cemitério, centro cívico, mercado municipal, que nem chegaram a funcionar.
Também há exemplos de obras que funcionam mas das quais não se tira, nem de longe, o devido proveito: piscinas, centro de apoio rural, biblioteca, polidesportivos espalhados pelo concelho,… ainda me devo esquecer de algumas.
Nunca se pensa na sustentabilidade do funcionamento da obra feita. Pensa-se que a câmara tem de ter dinheiro para tudo. Mas, pelo menos no momento presente, não tem dinheiro para nada.
Tudo, agora, deve ser devidamente pensado, antes de as entidades autárquicas deitarem mãos às obras, para não ficarmos enxameados de elefantes brancos, que para ninguém servem.
E quando os municípios não podem fazer e sustentar ,teremos que deixar as coisas à iniciativa privada.
JLM

josé alegre mesquita disse...

O comentário de JLM é esclarecido e esclarecedor. Os nossos autarcas semearam obra com os objetivos de encher o olho e agradar a clientelas partidárias. As obras, na sua grande maioria estão mal dimensionadas e não foram projetadas tendo em conta a utilização de putativas gerações. Muitas delas têm um custo de manutenção tão elevado que põem em causa o seu funcionamento, muitas outras continuarão no silêncio e quietude de nada servirem porque não têm utentes. Gastámos o que tínhamos e o que se pediu emprestado.
Os autarcas agora assobiam para o ar ou estão instalados nas mordomias que lhes proporcionam/aram. As dividas pagamo-las nós com a "enorme subida de impostos"...
Dos erros nada aprendemos: gastamos dinheiro, que alguém há-de pagar, no alargamento de um cemitério quando temos um novo a estrear...
Triste fado! Mas pagaremos, mesmo que nos levem a pele! Somos pobres, mas honrados!...

Unknown disse...

Também não exagere,JAM.
Há muita gente honrada que não consegue pagar as suas dívidas.
JLM

josé alegre mesquita disse...

Não creio ter exagrado porque a solução até nem é minha, mas dos nossos governantes. "Custe o que custar"

PILOTO disse...

O projecto no S. Lourenço podia ter pernas para andar se soubessem ter negociado bem com a EDP, mas o mundo anda a dormir, não é, não vêm pra la do que os olhos enchergam, mas em Carrazeda sempre foi assim, eles queriam a barragem, ok, non problem, mas puxava-se envestimento para a area, mas bom, nada a fazer, só temos o que merecemos, em relacção a pousada na serra de Bornes e a area do S.Lourenço a diferença esta que no S.Lourenço ha termas mais o rio, paisagem que dão para explorar de varias maneiras e na pousada de Bornes só há a paisagem e muitas das vezes esta com cores negras dos incendios, S.Lourenço é uma boa aposta, ganhe eu o euromilhões, eheheh